MARCELO CANÇADO ASSUME A ACIPI COM A CERTEZA DE UM FUTURO PROMISSOR.

(Leia no PONTO FINAL).

BOM DIA.

Final de semana com sol, mas também aumento de nuvens, com chances para mudanças. Infelizmente, segundo meteorologistas, nada de chuva. Temperatura ainda alta hoje (17), mas, no decorrer dos dias, os termômetros voltarão a subir. Vacinas contra a Covid avançando, não esquecendo que está sua disposição, também a vacina contra a gripe. Nos últimos dias, notícias sobre o aparecimento de morcegos em vários bairros. Caso observe, o correto é comunicar o setor de Zoonoses. Outra importante preocupação é não deixar de vacinar cães e gatos. Um bom dia para você.

O QUE
ELES DIZEM

COMEÇO MEU MANDATO NA ACIPI COM A PREOCUPAÇÃO MAIOR DE TRAÇAR METAS E ESTRATÉGIAS PAUTADAS EM MUITO TRABALHO, ÉTICA E INTEGRIDADE”.

Marcelo Cançado (Empresário, diretor da Rede Drogal e novo presidente da Associação Comercial e Industrial de Piracicaba).

OLHO NO OLHO

Na verdade, o governo Jair Bolsonaro sempre foi marcado por momentos agitados. Seja com o Poder Executivo ou Judiciário. Toda vez que a inquietação surge, também aparece alguém falando em reunião a fim de acalmar os ânimos e consequentemente defender a harmonia, aliás, uma exigência da própria Constituição. Contudo, essa paz dificilmente perpetua. Sempre alguém dispara um míssil de discórdia. Basta recordar os tempos de Rodrigo Maia no comando da Câmara dos Deputados. O STF insiste em avançar nas áreas do legislativo e executivo. Sua participação na pandemia é desastrosa. O mesmo podendo ser considerado em relação ao Senado Federal com uma CPI sabidamente política. E, o episódio do voto impresso ou editado? Inacreditável a falta de habilidade ao enfrenta-lo. Não é difícil os Três Poderes se reunirem em conversarem, mas vemos impossível os acordos serem cumpridos ou regras obedecidas. A população, cada vez mais esperta, descobriu e faz tempo que, lá em Brasília, os Três Poderes não se respeitam e não fazem questão alguma de esconder essa realidade.

OPINIÃO

O XV contrata. Como sempre, de baciada. Diante das circunstâncias, até se entende. Por causa principalmente do calendário e com uma disputa exageradamente curta, o clube fica sem opção. Mas, quanto mais as dificuldades, maiores devem ser as precauções, pois os riscos são proporcionalmente iguais. Indispensável a diretoria conhecer cada jogador que está chegando, até porque, nos últimos anos e campeonatos, os equívocos foram muitos. É errado, por demais arriscado, deixar 100% da responsabilidade nas mãos do técnico que, pode, a qualquer momento, se desligar do clube e normalmente deixa um legado indigesto. O caminho certo é a diretoria consultar e avaliar para em seguida agir. Chega de contratação desastrosas com ninguém querendo assumir a responsabilidade. A prática política de que “todos são responsáveis, com decisões em conjunto”, é uma forma de se esquivar.

PONTO FINAL

Oficialmente, de acordo com o estatuto, Marcelo Cançado assumiu a presidência da Associação Comercial e Industrial de Piracicaba no dia 9 de julho, tendo como vices, Maurício Benato, Rodrigo Santos e Jorge Aversa Junior. Luiz Carlos Furtuoso passou a comandar o Conselho Consultivo com Eliana Caneva Aguileira na vice presidência. Na noite de anteontem, quinta-feira (15), aconteceu a posse simbólica. Mesmo online, o acontecimento proporcionou momentos de emoção com vídeos entre outros, do vice governador paulista Rodrigo Garcia, do deputado Roberto Morais e da família do novo presidente Marcelo Cançado. A experiência (virtual), mais uma vez foi aprovada, com a ACIPI avaliando ter organizado com acerto um evento em tempos diferentes. Luiz Carlos Furtuoso teve uma administração difícil, mas muito elogiada. Disse ele, que os três anos demoraram a passar diante da surpreendente doença sanitária que desequilibrou o mundo. Marcelo Cançado dará toda a atenção as obras do novo prédio da ACIPI (acesso pela rua Prudente de Morais), destacando que ali está um futuro promissor, lembrando ainda da preocupação com o avanço da tecnologia, que obriga a um desenvolvimento com novos desafios para o mercado comercial e industrial.

VOLTO TERÇA.

ATÉ LÁ.

Compartilhe este post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *