LUCIANO ALMEIDA ELEITO PRESIDENTE DO CONSELHO DA REGIÃO METROPOLITANA DE PIRACICABA.

(Leia no PONTO FINAL)

BOM DIA.

A semana que está terminando se mostrou diferente quanto ao clima, pois tivemos sol, calor, queda de temperatura e muito vento. Nada de chuva. Nos referimos a chuva de verdade. Serviços de meteorologia voltam a apontar para dias quentes não só neste próximo final de semana, como durante toda a próxima. Também, de volta, a expectativa de chuva, embora ela teime em não chegar. Nosso rio é imagem da tristeza, com pedra e mato. Necessidade, no momento, de sabermos economizar água e energia elétrica. Esse cenário precisa mudar, do contrário será inevitável o racionamento. Um bom dia para você.

O QUE
ELES DIZEM

“GERALDO ALCKMIN SEMPRE NOS REPRESENTOU MUITO BEM E AGORA NÃO ESTAMOS SABENDO RETRIBUIR. UM DOS FUNDADORES DO PSDB, GERALDO MOSTROU DEDICAÇÃO EM MOMENTOS HISTÓRICOS. O SILÊNCIO DAS NOSSAS LIDERANÇAS QUANDO ELE ESTÁ SAINDO, DIMINUI A GRANDEZA, A GENEROSIDADE, E A LEALDADE DO PSDB”.

Aécio Neves (Deputado Federal- PSDB/MG)

OLHO NO OLHO

O grande perigo é pensar (ou imaginar) que acabou o perigo da Covid com a vacinação que avança. De repente, o Brasil que mostrava média diária abaixo de 500 óbitos, vê os números aumentarem em mais de 15% numa comparação com duas semanas atrás. Não temos saída: pelo menos por enquanto, essa situação não deve mudar, mesmo com uma, duas e até três doses da vacina. Não podemos dispensar a máscara, e evitar aglomerações é indispensável.

OPINIÃO

Tudo indica que, a partir do momento que Piracicaba abandonou o projeto do “Aedes do Bem”, a prevenção contra a dengue saiu do controle. O programa que previa a soltura de mosquitos transgênicos foi muito comemorado graças aos seus resultados a partir de 2015. Encerrado o contrato não foi renovado, com a Prefeitura Municipal alegando um investimento alto demais. Essa decisão (ou economia) está custando muito caro aos piracicabanos que vê a dengue se alastrar. Em nome da saúde pública, não valeria a pena o investimento?

NOTÍCIA/INFORMAÇÃO/PRESTACÃO DE SEVÇO.

Andar de bicicleta pela cidade não é uma decisão tão simples. Pode até ser dependendo do município ou bairro, quando de um trânsito tranquilo. Mas, a partir do momento que se misturam bicicletas, carros e pedestres e todos num ritmo acelerado, as dificuldades e riscos aumentam. Especialistas em medicina do tráfego, por exemplo, defendem a ideia de que as cidades não foram pensadas para o uso da bicicleta como meio de transporte, daí, o drama. Em Piracicaba, por incrível que pareça, é comum ver bicicleta na contra mão e até mesmo na calçada disputando espaço. A cidade de São Paulo lidera ranking nacional de acidentes. Se o uso de bicicleta cresce todo ano, os acidentes seguem no mesmo ritmo: em 2021, até agosto, apresentou um aumento de 30%.

PONTO FINAL

O prefeito Luciano Almeida foi eleito presidente do Conselho da Região Metropolitana de Piracicaba (RMP). A prefeita de Cordeirópolis, Nelita Michel é a vice-presidente. A escolha foi feita na manhã de ontem (23) em reunião virtual, da qual participaram os prefeitos e representantes dos municípios que compõem a RMP, além do secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, do coordenador do Projeto de Desenvolvimento Regional, Jesse James, de Andrea Calabi, presidente e coordenador geral do PDUI (Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado) da FIPE, e dos deputados Roberto Morais e Alex de Madureira, representando a Assembleia Legislativa de São Paulo. “A integração e a regionalização das cidades que compõem a RMP é o nosso principal objetivo. Indicar a prefeita Nelita para vice teve essa intenção. Ela poderá trazer as demandas vividas pelos municípios menores”, ressaltou Luciano Almeida em sua fala de agradecimento aos demais prefeitos que o escolheram por unanimidade. “O objetivo do conselho é colocar, o mais rápido possível, o resultado das discussões em prática”, reforçou Luciano Almeida. A criação da RMP é formada por 24 municípios e foi sancionada pelo governador João Doria em 24 de agost Uma iniciativa do deputado estadual Roberto Morais, ao todo, integra cerca de 1,5 milhão de habitantes. O PLC (Projeto de Lei Complementar) para a criação da RMP foi assinado pelo governador em visita a Piracicaba, no Teatro Erotides de Campos, no Engenho Central, em 18 de junho e aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo em 18 de agosto. Fazem parte da RMP os municípios de Águas de São Pedro, Analândia, Araras, Capivari, Charqueada, Conchal, Cordeirópolis, Corumbataí, Elias Fausto, Ipeúna, Iracemápolis, Leme, Limeira, Mombuca, Piracicaba, Pirassununga, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Cruz da Conceição, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra e São Pedro.

VOLTO AMANHÃ.

ATÉ LÁ.

Compartilhe este post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *