SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO REUNIU LIDERES COMUNITÁRIOS PARA DISCUTIR A REGULAMENTAÇÃO DOS ESPAÇOS PÚBLICOS.

(Leia no PONTO FINAL).

BOM DIA.

É setembro. Também está chegando a primavera, com o verão se aproximando, motivando passeios e lazer. Embora a pandemia esteja de retirada, ainda o perigo se faz presente, exigindo de todos nós, atenção e responsabilidade. Teremos a terceira dose da vacina contra o Cvuid-19 o que nos dará mais segurança e tranquilidade. Mas, problemas, sempre aparecerão, caso da variante Delta. Ei, eis a seca, a pior dos últimos 90 anos. Com reservatórios baixos, a água pode até faltar, já se falando em racionamento. E, o mesmo deverá acontecer com a energia elétrica. O governo deve lançar programas incentivando quem souber poupar. Enfim, são os diferentes desafios que precisamos saber enfrentar. Um bom dia para você.

O QUE
ELES DIZEM

NA AMAZÕNIA, A REALIDADE É PIOR DO QUE DISSE O IPCC”.

Luciana Gatti (Pesquisadora do Instituto Nacional de Pesquisas Estaduais – INPE, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, comentando relatório do IPCC, painel climático da ONU, onde diz que planeta ficará 1,5.oC mais quente até 2040).

OLHO NO OLHO

Todos os dias tem disparo do presidente Jair Bolsonaro contra um determinado alvo. Ontem (31), a vítima foram os Estados Unidos, atacando a política desenvolvida pelo presidente Joe Biden em relação ao Meio Ambiente. Não se trata do nosso presidente ter ou não razão, mas do cuidado com a diplomacia, num mundo complicado, com muitas posições e diferentes situações. Pode-se dizer que Bolsonaro é injustiçado, pois tudo é sua culpa e tudo só acontece ou aconteceu no seu governo, o que não é verdade. Contudo, queremos ver o nosso governo voltado para a inflação, com muitos preços disparando e autoridades em Brasília se comportando como se nada estivesse acontecendo.

OPINIÃO

É verdade que a pandemia está em queda, porém, é preciso que essa realidade se consolide. Enquanto isso não acontece, o perigo se faz presente, principalmente onde se vê aglomerações, independentemente se é restaurante, evento ou qualquer outro tipo de acontecimento. O que mais impressiona, é a facilidade com que se descumpre recomendações, portarias, protocolos, como se nada de anormal existisse. A Prefeitura Municipal e autoridades em geral fazem sua parte, fiscalizam, até multam, defendem a saúde pública. Não foi diferente no último final de semana, com música ao vivo irregular, mesas não obedecendo a distância exigida e outros detalhes mais. Com um ano e meio convivendo com a doença sanitária, não tem como negar desconhecimento. Muito mais fácil seguir as regras, evitar punições e acima de tudo garantir a segurança dos clientes.

PONTO FINAL

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Sema (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento), reuniu-se na manhã de ontem (31), terça-feira, com líderes comunitários de quinze (15) bairros, a fim de apresentar e dialogar sobre a nova regulamentação para o uso dos espaços públicos utilizados para os varejões municipais. Em uma roda de conversa montada no espaço do varejão da Paulista, a equipe da secretaria explanou sobre a importância da criação de uma regulamentação com respaldo legal que vise cuidar de forma responsável dos prédios públicos. Construídos para fomentar e intensificar a geração de renda à agricultura e ao abastecimento local por meio dos varejões municipais, a programação desses espaços terá prioridade às atividades da Sema, podendo ser utilizados pela população para realização de eventos e para o funcionamento das associações de bairro, desde que regularizadas e com prestação de contas. “Estamos promovendo essa conversa com a população para chegarmos a um consenso sobre o melhor aproveitamento dos espaços públicos, que devem ser utilizados de forma responsável e respaldados por uma regulamentação”, explicou a secretária de Agricultura e Abastecimento, Nancy Thame. Ao todo são vinte e um (21) espaços de varejões municipais sob responsabilidade da Sema. “Os locais devem ter uso democrático, de convivência e integração social, principalmente em atividades de lazer, esporte, saúde, manifestações populares, culturais e artísticas”, enfatizou a secretária.

VOLTO AMANHÃ.

ATÉ LÁ.

Compartilhe este post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *