Jogos Olímpicos em 2021: um desafio para todos

BOM DIA.

Vamos mudar um pouco a cara do nosso BLOG. Psicólogos e psiquiatras defendem a tese de que, quando de um acontecimento como o que enfrentamos no momento, uma grave crise mundial de doença, a saturação reflete em angustia e medo. Quanto mais se vê ou ouve, mais se aumenta a pressão que conduz ao absoluto desconforto. O resultado pode se dar de várias maneiras, dependendo de individualidades. Então, vamos ser práticos: já temos dito que o correto é ter fonte de informação confiável, também evitando excessos, não existindo a necessidade de se ficar 24 horas na televisão, no rádio ou na internet. Determina-se um momento desejado ou apropriado e resolve a necessidade e curiosidade. Por outro lado, todos nós já sabemos como tudo começou e temos conhecimento de todas as dicas indispensáveis para o comportamento correto. Reafirmamos: evite notícia tendenciosa e sensacionalista. Aqui, vamos procurar ajudar. Ser solidário e responsável. Daremos prioridade para notícias positivas e oficiais. Política (direita, centro e esquerda) ficará para depois da pandemia. Insistimos: paciência e Fé. Vai passar. Um bom dia para você.

O QUE
ELES DIZEM

Foto: Reprodução

“Ainda é prematura uma análise correta, contudo os números mostram que o isolamento social está dando certo no estado de São Paulo. Estamos evoluindo no combate a Covid-19 e poderemos evitar milhares de casos”.

Dr. José Henrique Germann Ferreira (Secretário de Saúde do Estado de São Paulo).

DESTAQUES

Papa Francisco pede para autoridades políticas priorizarem a vida.

Começa a funcionar hoje (31), em Piracicaba, ao lado da UPA do Piracicamirim, o Quartel General de Combate a Covid-19. Tendas montadas vão separar pacientes conforme os sintomas. Avaliação apontará gravidade e o tratamento correto: em casa, na UPA ou no hospital.

Governo paulista diz que terá uma avaliação definitiva do avanço do coronavírus no estado a partir da segunda semana de abril.

Bancada paulista no Congresso Nacional, de todos os partidos, direcionará suas emendas parlamentares para o combate a Covid-19. Perto de 300 milhões de reis.

População reclama: não adianta o PROCON alertar e não agir: precisa fiscalizar e multar.

Senado Federal aprovou ajuda de 600 mil reais durante três meses para quem tem renda mínima. Custará de 40 a 45 bilhões de reais (mensal) ao cofre da União.

Governo paulista aumenta de testes diários do coronavírus para 1000. Serão 3000 até o dia 6 e 8000 a partir de 10 de abril.  

Sincomércio (Piracicaba) orienta comerciantes em época de crise a enfrentar as dificuldades. Sugere antecipação das férias e desconto do banco de horas. Negociou junto ao Sindicato dos Empregados providências através de aditamentos. Pede ao governo municipal,  flexibilização de medidas como ampliação do prazo de pagamento de tributos e antecipação do 13.o salário dos servidores municipais.

INSS suspendeu atendimento presencial até o dia 30 de abril.

Governo Federal deve anunciar até 6 de abril medidas para ajudar o comércio a retomar as suas atividades de forma gradual, respeitando regras.

Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo mostrou gráfico que aponta para o achamento da curva da Covid-19: antes do isolamento social, dia 23, um infectado passava a doença para seis pessoas; depois, uma pessoa passou a transmitir para no máximo duas. Mais: a média mundial diária de casos é de 33%, mas o estado de São Paulo, gradualmente, vai diminuindo essa projeção.

Palácio dos Bandeirantes começou a veicular na noite de ontem (30), propaganda na mídia paulista, incentivando o isolamento. Durante 30 segundos repete cinco vezes o recado FIQUE EM CASA.

OLHO NO OLHO

Não cessam as notícias sobre possíveis desentendimentos no Governo Federal. Surge de tudo: Bolsonaro querendo demitir o ministro Mandetta; Bolsonaro descontente com Sérgio Moro (Justiça) que estaria omisso na crise do vírus; governadores se afastam do Presidente da República; Dias Tofolli (presidente do STF), estaria ignorando Jair Bolsonaro. E, muito mais. Enfim, não faltam, pelo contrário, sobram manchetes negativas. Quando mais se exige ou precisa de união e solidariedade, confusão mais confusão pipocam na mídia, expondo a imagem e governabilidade de uma Nação tensa. Tudo aponta para um incontido desejo pelo quanto pior melhor. Simplesmente uma disputa ideológica, expondo ego, valendo o Poder. E, o Brasil? E, o seu povo? Esqueça.

SERVIÇO

PONTO FINAL

O planeta só tem tempo para o vírus desconhecido. Mas, também é verdade que a roda não para de girar, e lá na frente, a normalidade, mesmo com extrema dificuldade, se restabelecerá. Dentre inúmeros segmentos, um que contabiliza grandes prejuízos é o esporte. Afinal, são cifras milionárias em jogo. No Brasil, CBF, federações e clubes avaliam contratos que vão vencer, contas bancárias e o calendário. Na Europa não é diferente e diante das tragédias, especificamente na Itália e Espanha, teme-se pela perda do ano. E, os outros esportes? Chama a atenção a Olímpiada de Tóquio que foi transferida para 2021. O adiamento da badalada competição causará enormes transtornos. Acertos financeiros vultuosos garantem o sucesso e todo o planejamento terá que ser revisto, alterando-se totalmente uma logística pronta e aprovada. Uma coisa ainda não definida: nova data. Certo, porém, que, os resultados classificatórios obtidos até agora serão mantidos. E, são muitos, por todo o mundo, atletas consagrados com a idade avançada ou estourando, que tinham como meta, este ano, se despedir do esporte. Todos eles dizem que, a princípio, querem adiar seus projetos esportivos e familiares.

VOLTO AMANHÃ.

ATÉ LÁ.

Compartilhe este post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *