A partir de amanhã (24) até 7 abril todos ficam em casa

BOM DIA.

Tudo indica que o Brasil está agindo corretamente no enfrentamento a Covid-19. Dentro do possível e imaginável. Não é fácil comandar e conscientizar um continente como o brasileiro onde, independentemente de governo, falta dinheiro e sobra teimosia. Ainda existem muitos mais preocupados com ideologia. Mas, não tem jeito: faz parte e essa realidade não mudará. Contudo, existe saída para o stress e foco unicamente na única coisa que nos interessa: a saúde. Basta ignorar o que não soma e se cuidar. Ou seja, cuide de você e da sua família. Temos informações de sobra. Estamos em guerra e o inimigo é poderoso e invisível. Obedeça orientação (confiável) e se resguarde. Arrume tempo para música, leitura, filme e conversar com quem tem juízo. Vamos ter um abril muito difícil. Mas, venceremos. Um bom dia para você.

MANCHETE (IM) POSSÍVEL

CIENTISTAS E PESQUISADORES AVANÇAM RAPIDAMENTE NA BUSCA POR REMÉDIO NO COMBATE A COVID-19.

DESTAQUES

CIDADE CADA VEZ MAIS VAZIA. VAMOS ENTRAR NUMA SEMANA IMPORTANTE.

COI RESISTE A IDÉIA DE ADIAR OS JOGOS OLÍMPICOS.

A PARTIR DE TERÇA (25) FECHA TUDO. SÓ FUNCIONARÃO SERVIÇOS ESSENCIAIS.

CURIOSIDADE: COMO SERÁ PLANEJADA A VACINA CONTRA A GRIPE? PREOCUPAÇÃO: POSSÍVEL AGLMERAÇÃO E FILA.

ELEICÃO MUNICIPAL EM OUTUBRO CORRE RISCO?

PERGUNTA PERSISTENTE: QUANTO TEMPO DENTRO DE CASA E COMÉRCIO FECHADO?


OLHO NO OLHO

Muitos já fecharam e muitos vão fechar. Por quanto tempo? Até quanto a economia suportará? Quais serão as consequências para as empresas e trabalhadores? Até que ponto o governo conseguirá socorrê-los? São muitas as perguntas. Duas coisas certas: é preciso conscientização por parte da população brasileira e dinheiro no cofre da União. A conscientização depende de bom senso e o dinheiro de ação. Que o governo raspe o tacho. Quanto custará a eleição de outubro? É possível usar o dinheiro do fundo partidário e eleitoral? O que é mais viável: cortar gastos (são muitos) e privilégios (absurdamente inúmeros) ou salários? Mais e mais perguntas que clamam por respostas. 

SERVIÇO

Duas situações que requerem debates e decisões imediatas: uma é brasileira, ou seja, as eleições municipais de outubro e, a outra, mundial, os Jogos Olímpicos de Tóquio. A política: como fazer convenções, reuniões, negociações, campanha (carro ou sola de sapato),  viagens (etc.), com o país prevendo pandemia por quatro, cinco, até seis meses? O esporte: Thomas Bach, presidente do COI, diz que a data ainda está longe. Como? Já começou. A tocha olímpica se movimenta e os atletas que teriam que estar em pleno treinamento, estão confinados. Como competir em alto nível sem preparo? Preocupação com o atleta ou com o dinheiro?

INFORMAÇÃO

PONTO FINAL

A decisão é do governo do estado de São Paulo. João Dória Junior fez o comunicado no começo da tarde de sábado (21) e tudo terá que ficar fechado (ou parado) até 7 de abril, com possibilidade de prorrogação. Só funcionará os serviços essenciais. Unidades de saúde, bancos e transporte público não vão parar, bem como postos de combustíveis e supermercados. Mas, bares e restaurantes terão que interromper o atendimento. O governo brasileiro promete distribuir (dentro de 7 a 10 dias) 10 milhões de testes e avisa: só procure unidade de saúde no caso de sintomas graves (febre persistente). Importante: o início da vacina contra a gripe. Prioridade para os idosos. Caso de dúvida ou curiosidade, busque informação ou orientação na unidade (saúde) do seu bairro.

VOLTO AMANHÃ.

ATÉ LÁ.

Compartilhe este post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *